Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Práxis

Os filósofos limitaram-se sempre a interpretar o mundo de diversas maneiras; porém, o que importa é modificá-lo.

Práxis

Os filósofos limitaram-se sempre a interpretar o mundo de diversas maneiras; porém, o que importa é modificá-lo.

Pela janela do meu quarto olho para o mundo

16.01.22
  O sol se esconde atrás da colina; preguiçoso, alonga o despertar. Mansa, túmida, a névoa matutina se estende pelo vale, irrregular. Ao fundo, encoberto, o trem apita . . . Boas novas, amores ele traz. Na lareira uma lenha que chispa me lembra o café quente a preparar.   (...)

O legado de João Pé-Pé

13.01.22
Reza a lenda que num passado distante, em um lugarejo chamado João Paulo, em Florianópolis - que fazia parte dos bairros do Itacorubi (lado sul, do cemitério de Itacorubi até a Igreja de São Miguel) e Saco Grande (lado norte, da Igreja até onde se instala hoje o (...)

Oração do dia das Bruxas

27.10.21
Em estudo financiado pela Universidade de Oxford conclui-se que, entre o final do século XIV e inícios do XVIII, algo em torno entre 40 e 70 mil mulheres - ligadas às religiões pagãs na perspectiva da igreja católica - foram executadas pelo crime de bruxaria. Por (...)

O Cânone Literário

13.09.21
Todo(a) o(a) leitor(a) curioso(a) e disposto(a) a imergir a fundo na literatura, seja ela clássica, romântica, moderna ou contemporânea, nacional, internacional, ocidental ou universal (aqueles livros que são referências históricas para várias culturas...) acaba se (...)

Biografemas para não deslembrar

01.09.21
Tânia Regina de Oliveira Ramos O apetite da imaginação adulta e o anseio da lembrança são alimentados pela sustância de aventuras vividas por seres de papel. Os velhos, os bichos pensantes, a sabedoria do burrinho: aquela leitura obrigatória se tornou um grande (...)

O que pode a Literatura?

06.07.21
Texto extraído do livro A Literatura em Perigo, de Tzvetan Todorov. In: TODOROV, Tzvetan. A Literatura em perigo. Tradução: Caio Meira. se. Rio de Janeiro: Diefel, 2009.   Em sua Autobiografia, publicada logo após a sua morte, em 1873, John Stuart Mill narra a (...)

Para além dos clássicos! Ou nem tanto...

22.06.21
Sempre imaginei que o paraíso fosse uma espécie de biblioteca Jorge Luis Borges   O que é Literatura e por que lê-la? Eis uma questão difícil de responder e que certamente atormenta muitos(as) alunos(as) dos cursos de letras mundo afora. José Eduardo Agualusa, (...)

Se os tubarões fossem homens

17.08.20
Bertolt Brecht Se os tubarões fossem homens, eles fariam construir resistentes caixas do mar Para os peixes pequenos com todos os tipos de alimentos dentro Tanto vegetais, quanto animais Eles cuidariam para que as caixas tivessem água sempre renovada E adotariam todas (...)

Arte e Política

30.06.20
A arte começa onde a imitação acaba. Oscar Wilde Friedrich Nietzsche, filósofo alemão, em maravilhoso estudo (...)

Por que ler literatura?

22.06.20
Este é um post diferente. Aqueles(as) que me acompanham estão habituados(as) a ler textos de fundo teórico ou então versos esparsos, oriundos de uma necessidade quase orgânica de me espressar pela poesia - se exerço bem ou mal este exercício, que me julgue quem o (...)

Versos

30.05.20
Por que escrevo versos? Porque tu, poesia, me persegues. E se sou poeta... Porque tu, poesia, não me deixas.